Início    ACE    Biblioteca    Atas    Croquiteca    Links    Blogs    Fotos    Anúncios    Inscrição    Associados    Participantes
 Locais Detonados     Denuncie     Relate Acidente     Notícias     Fale Conosco     Área Restrita     Registrar Croqui 
"Fui à floresta porque queria viver intensamente e sugar a essência da vida. Eliminar tudo que não é vida e não, ao morrer, descobrir que não vivi." Thoreau

  Via Inferno na Torre
Três Pontões - Afonso Cláudio
Catalogada por Taru
Graduação:  5º VI A1 D2 E2 
Tamanho:  300m 
Nº de enfiadas: 
Material necessário:  Umas 12 costuras (artificial)
2 cordas
Friends #1 e #2 (opcionais) 
Data da conquista:  1996 
Conquistadores:  Roberto Tristão
Gilberto Azevedo
Da escalada:  Via de acesso ao cume do Dedinho, o trecho inicial da escalada serve para todos os pontões.
Para chegar vá pelo lado sul e suba de carro até encostar na pedra (já bem alto). Atravesse uma pequena lavoura, desça até o riacho e vá em direção à rocha. Vá para a esquerda até ficar na direção dos pontões. Após uma escalaminhada (problemática se chover) vai encontrar uma pequena chaminé que marca o início da via. Ao chegar no Dedinho a via o contorna e termina praticamente na face sul novamente. O lance final, ligeiramente negativo, é muito bonito e o cume é limpo.
O nome da via se deve à explosão do fogareiro no platô já da parede do Dedinho.
Cuidado pra corda não agarrar após o rapel.
Atenção com o segundo ao jumariar o artificial (pedras afiadas).
O croqui foi confeccionado por Roberto Livre (Taru), de Afonso Cláudio.
Fotos     Croqui     Veja quem escalou     Registre infos     Veja mais Infos


voltar pro início da página


voltar pro início da página


Naoki (Naoki Arima) 05/11/2019 16:07:49
   Finalizada


Eric (Eric Penedo)   Tel: 27/99464288 14/12/2018 15:53:51
   Finalizada   Em:15/07/2018
Classica!
Cuidado com o casal de águias chilenas que vive na montanha, tomei uns 3 razantes na aresta do início da última enfiada! Posso afirmar que elas não são pequenas...


PA (Maurício Sartori)   Tel: 27/98900068 06/04/2016 19:55:49
   Finalizada


Zudi (Zudivan Peterli)   Tel: 27/92430159 17/03/2016 19:26:55
   Finalizada


Karapeba (Thiago Karapeba)   Tel: 27/92343765 25/11/2015 11:26:28
   Finalizada


Gillan (Gillan Muniz Schirmer)   Tel: 27/98188007 24/11/2015 21:47:43
   Finalizada   Em:01/03/2015
Acredito que a via seja um E3.

Na "primeira enfiada" do dedinho, o Naoki fez em livre até depois do teto e sugeriu também 7a. No total são 17 proteções fixas. Subimos com uma corda dinâmica e uma estática e nessa enfiada fizemos conforme o Baldin sugeriu. Não usamos nenhum piton devido ao estado de conservação e RETIRAMOS o cordelete fixo orientador de rapel que estava podre.

BETAS:
- atenção nos grampos com olhal de lado. Proteger nesses com boca-de-lobo com fita no tarugo!
- Na enfiada que sai da parada da caverna até a grande laca, o segundo deve fixar a segunda corda na borda da caverna e a outra extremidade desta corda deve ser fixada na parada da laca para facilitar o retorno (nesta enfiada há algumas colocações para proteções móveis opcionais);
- Na última enfiada é possível proteger com nuts médios e/ou friends do #.5 ao #2 (Equivalente Camalot BD);
- Do cume, é possível rapelar de volta à parada da laca com uma corda de 50 m e vale a pena testar se é possível puxar a corda.

O Naoki fez um relato da escalada e um croqui:
http://naokiarima.com/blogwp/freira-de-biquini/

Parabéns aos conquistadores pela fantástica via e valeu Naoki pela parceria!


Sandro (Sandro Rodrigo Aniceto de Souza)   Tel: 27/92270048 26/10/2015
   Finalizada


ZéMárcio (José Márcio Moraes Dorigueto)   Tel: 27/981199450 25/10/2015
   Finalizada
voltar pro início da página


Se for inscrito no site clique aqui para fazer Login


Registre mais informações sobre a via
*Nome: 
Email: 
Telefone:   
Data:
    *Relato:
 
voltar pro início da página


Infos de quem escalou a via
Finalizada
Data de referência: 05/08/2017.
André Parussulo   Telelefone: 11/971310307 09/08/2017 14:28:48
Os pitons não estão mais em condições de uso. Levar material móvel.
O cordelete usado para direcionar o rapel foi retirado. Estava podre.
Mais: http://naokiarima.com/blogwp/tres-pontoes-de-afonso-claudio/
Data de referência: 01/03/2014.
Naoki (Naoki Arima) 01/03/2014
Repeti a via novamente, e desta vez dividindo a cordada com Sarah e Carapeba. Aproveito para dar umas dicas afim de facilitar as próximas repetições:
- É preciso levar duas cordas, mas deixe uma destas na P1: esta será usada para fazer somente este rapel até a base. Muita atenção com a aresta viva na borda do grande platô da P1... sendo aconselhável colocar uma proteção na corda, para o segundo fazer a ascenção por ela... e até mesmo nesta segunda corda pode se dar segue, fazendo assim um back-up.
- Para as outras duas próximas enfiadas, suba com somente uma corda de 60m, pois é possível fazer os rapéis só com ela.
- Para a próxima repetição é interessante fazer a troca da retinida que liga a P1 à P2, que esta bem velha (desde 99), e tem por objetivo ajudar no direcionamento do rapel. Deve ter uns 15m.
- Também interessante (e necessário) trocar o cordelete do piton que esta na segunda enfiada, e do que esta na fenda da terceira enfiada, pois estão comprometidos e podem não suportar uma queda. E opcional é, melhorar a proteção neste trecho com 1 ou 2 friends médios.
Boa escalada!
Data de referência: 20/04/2009.
Baldin (Oswaldo Cruz de Almeida Junior)   Telelefone: 27/99984485 20/04/2009
Passei o lance de artificial até depois do tetinho em livre e quanto ao grau deve girar em torno de 7a, partindo dos buracões é impossivel passar em livre pois tem muita agarra podre tive que abrir mão e passar em artificial até o platozão!!!
Eu e Dunada estávamos na cordada...boa sorte aos próximos escaladores!!!
Data de referência: 10/04/2009.
aFeto (Caio Salomão Amador)   Telelefone: 27/88394135 10/04/2009
voltar pro início da página



©2003-2020  José Márcio M Dorigueto   -  Melhor visualizado em 1024x768