Início    ACE    Biblioteca    Atas    Croquiteca    Links    Blogs    Fotos    Anúncios    Inscrição    Associados    Participantes
 Locais Detonados     Denuncie     Relate Acidente     Notícias     Fale Conosco     Área Restrita     Registrar Croqui 
"Quando todas as perguntas científicas possíveis forem respondidas , os problemas da vida permanecerão completamente intocados." Wittgenstein

  Vias do Setor da Boca
Morro do Moreno - Vila Velha
Catalogada por Baldin
Nº de enfiadas: 
Material necessário:  Kit Falésia... 8 costuras. 
Da escalada:  1. Necropsia, Projeto 9 metros, 2001, OSWALDO CRUZ
O projeto de via é logo a saída, onde possuía uma agarra que se quebrou. A partir do agarrão do segundo grampo a via pode já foi escalada, sendo um 6ºsup.

2. Hemoglobina, 8a/b E1 13 metros, 2001, DOUGLAS PAGANOTTO e VITOR PAGANOTTO
O grau é constante até o terceiro grampo, a partir daí fica um pouco mais fácil. Na saída possui uma árvore.

3. Noventa Graus, 6º E1 20 metros, 1999, OSWALDO CRUZ e FÁBIO GAVA
Uma via clássica, sendo a primeira a ser aberta nesta face frontal. Ela, junto com a via `Predador` (Setor da Testa) foram grandes marcos da Escalada Esportiva na região da Grande Vitória. Até a primeira parada possui 13 metros, mas segue por mais um grampo e atinge o cume que possui outra parada.

4. Linha Direta, 8a E1 13 metros, 2002, OSWALDO CRUZ
Via de precisão e grau mais forte até a terceira proteção. Finaliza na primeira parada da Noventa Graus.

5. Conseqüência De Uma Seqüência, 7b E1 12 metros, 2000, OSWALDO CRUZ e JOSÉ MÁRCIO DORIGUETO
Considerada uma via com belos movimentos. Cuidado com uma grande agarra após o penúltimo grampo, que pode quebrar. Via muito recomendada.

6. Kataclisma, 9a? E1 11 metros, 2002, OSWALDO CRUZ e DÉLIO QUADROS
Esta é a via mais difícil da Grande Vitória até o momento. A saída a partir da base ainda é um projeto. A parte encadenada começa com as mãos em uma agarra a esquerda do segundo grampo. Uma linha curta e constante.

7. Fala Sério, 5ºsup E1 13 metros, ADRIANO SUELA...
Tem as proteções bem próximas da via Agarras Soltas. Cuidado com agarras que podem quebrar!

8. Agarras Soltas, 5ºsup E1 13 metros, ANTÔNIO AGUIAR e ADRIANO SUELA
Início mais técnico seguido por grandes agarras. Cuidado com agarras que podem quebrar!

9. Parece Mas Num É, 5º E3 20 metros, 1999, OSWALDO CRUZ, FÁBIO GAVA e EDUARDO PEDROSA
O acesso se dá pelo platô que fica bem à esquerda e abaixo da via Agarras Soltas, fazendo uma passagem exposta para se atingir a base da via, que fica na parte lateral do setor. É uma aderência que foi conquistada em solo para se atingir o topo da falésia para a grampeação da Noventa Graus. Posteriormente recebeu um grampo no meio, cujo este não está em boas condições. A parada no topo é a mesma da Noventa Graus.




Todas as vias possuem proteções em grampos `P` de 1/2 e paradas duplas.

Sombra pela manhã.

O acesso ao setor é pela rua da boate, subindo a ladeira de asfalto e seguindo pela estrada de chão. Em uma curva para direita, entrar em um portão à esquerda subindo até uma casa e ai seguir por uma trilha na mata à direita. Subir até encostar na pedra e neste ponto seguir à esquerda. A primeira via a se avistar é a Necropsia.
Fotos     Croqui     Registre infos     Veja mais Infos


voltar pro início da página


voltar pro início da página


Se for inscrito no site clique aqui para fazer Login


Registre mais informações sobre a via
*Nome: 
Email: 
Telefone:   
Data:
    *Relato:
 
voltar pro início da página


Infos de quem escalou a via
Ja realizei algumas escaldas em ES
Data de referência: 01022018.
ANDRE   Telelefone: 21/981333472 01/02/2018 15:13:24
voltar pro início da página



©2003-2020  José Márcio M Dorigueto   -  Melhor visualizado em 1024x768