Início    ACE    Biblioteca    Atas    Croquiteca    Links    Blogs    Fotos    Anúncios    Inscrição    Associados    Participantes
 Locais Detonados     Denuncie     Relate Acidente     Notícias     Fale Conosco     Área Restrita     Registrar Croqui 
"Nosso cérebro funciona como um computador, que só trabalha com os programas instalados. Cabe a nós mesmos colocarmos em nosso disco rígido mental pensamentos afirmativos, de segurança e sucesso. Isso é fundamental para nutrir a saúde e superar as dificuldades." Marcius Mattos Ribeiro Luz

  Via A Natureza na Passarela
Pedra da Jararaca - Pancas
Catalogada por ZéMárcio
Graduação:  4º Vsup A1 
Tamanho:  100m 
Nº de enfiadas: 
Material necessário:  2 cordas de 60m
jogo de Camalots até o 4, repetindo de 0,75 a 3
Nuts 
Data da conquista:  Fev de 2008 
Conquistadores:  André Ilha
Yuri Berezovoy
Da escalada:  Ainda na linha carnavalesca, chamamos nossa via na Pedra da Jararaca de “A Natureza na Passarela” (tem a ver com o samba-enredo ecológico deste ano da Portela).
É uma via que entremeia trechos de escalada com outros longos de vara-mato, sendo 100 metros o somatório aproximado dos diversos segmentos de rocha. Usamos um jogo de friends (até Camalot 4) e um de nuts de cabo.
Não é uma escalada bonita, pois tem muita vegetação e trechos de chaminé ou diedro gosmentos de limo e água, mas foi uma bela aventura na única linha possível de se subir a montanha sem um empreendimento de muitos dias, muitos grampos e longos artificiais, pois ela é compacta em quase todos os lados.
A via começa com uns costões fáceis para evitar (parcialmente) um horroroso espinheiro. Depois tem um diedro em horizontal para a direita feito em A1, seguido de uma chaminé molhada. Por termos levado poucas peças e costuras, a seqüência seguinte, que é o filé da escalada — uma espetacular fenda contínua de uns 40 metros, teve de ser quase toda feita em artificial móvel, e assim mesmo deu uma onda.
Quando a fenda acaba, cerca de 10 metros do platô acima, batemos um grampo e pendulamos para a esquerda para pegar uma língua de mato que nos levou até quase o cume. Para chegar nele, um trepa-ombro e o crux de agarras e aderência (sem o trepa-ombro deve ser em torno de VIIb/VIIc). A via toda conta com apenas dois grampos, ambos para parada e rapel, o qual também exige duas cordas de 60 metros.
Fotos     Tracklog     Veja quem escalou     Registre infos    


voltar pro início da página


Gillan (Gillan Muniz Schirmer)   Tel: 27/98188007 30/10/2015
   (Pretende escalar)
voltar pro início da página


Se for inscrito no site clique aqui para fazer Login


Registre mais informações sobre a via
*Nome: 
Email: 
Telefone:   
Data:
    *Relato:
 
voltar pro início da página



©2003-2020  José Márcio M Dorigueto   -  Melhor visualizado em 1024x768