Início    ACE    Biblioteca    Atas    Croquiteca    Links    Blogs    Fotos    Anúncios    Inscrição    Associados    Participantes
 Locais Detonados     Denuncie     Relate Acidente     Notícias     Fale Conosco     Área Restrita     Registrar Croqui 
"Duvidar de si mesmo é o primeiro sinal da inteligência." Ugo Ojetti

  Via Grão de Bico
Bico da Coruja - Águia Branca
Catalogada por ZéMárcio
Graduação:  4º VI E3 D3 
Tamanho:  500m 
Nº de enfiadas: 
Material necessário:  12 costuras (5 de 60cm)
Fitas diversas para proteção natural
2 cordas de 60m 
Data da conquista:  12/Jun/2013 
Conquistadores:  André Luiz dos Santos  (Tesourinho)  Tel.27/9878.5171
Marcos Palhares Rosas  (Tatu)  Tel.27/3349.5002
Oswaldo Cruz de Almeida Junior  (Baldin)  Tel.27/9998.4485
Da escalada:  São 500 metros que podem ser divididos em duas partes: as três primeiras enfiadas que tem a rocha mais inclinada e mais técnica a proteção esta bem tranquila protegendo os lances, no padrão E2. E à partir da quarta enfiada a rocha vai perdendo mais inclinação, fazendo a escalada ser mais fácil e a exposição é E3. Toda essa via esta pronta para ser escalada em livre e toda protegida em grampos Ps e com paradas duplas. O croqui ajudará bastante na repetição.

Para chegar lá a entrada da pedra fica antes da cidade de Águia Branca (indo no sentido de Vitória) se atentar que ao lado direito da rodovia ES-080, fica a entrada da estrada de terra batida que leva a Pedra Bico da Coruja. A referência da entrada é o Bar Strzepa (nome em alemão) que tem anexo um campinho, em frente a entrada de terra batida existe um ferro velho, é impossível não ver a pilha de carros batidos, após acessar a estrada de terra batida siga pela estrada principal por 6km pelo sentido óbvio (?) do Bico da Coruja.

A casa que tem recebido os escaladores no local é da família do Neyângelo. Apesar do acesso para a via não esta dentro de sua propriedade, é recomendável avisar que você estará por lá e ele provavelmente te ajudará indicando o caminho pra via. E para acessar a base dá pra ir com o carro até bem perto da pedra por uma estradinha que vai margeando à sua direita, e a via fica localizado no que poderia ser considerada parte detrás da pedra. O local pra deixar o carro é perto de um pequeno barraco de madeira onde você possivelmente será recepcionado pelo Figueiredo: o guardião da Coruja. Converse na boa e com tranquilidade com ele.

Todas as fotos, croquis e relatos foram feitos pelo Balde e podem ser visualizados com mais detalhes em http://www.oswaldobaldin.com.br/2013/07/conquista-do-bico-da-coruja-em-aguia.html
Fotos     Croqui     Veja quem escalou     Registre infos     Veja mais Infos


voltar pro início da página


voltar pro início da página


PA (Maurício Sartori)   Tel: 27/98900068 06/04/2016 19:57:41
   Finalizada


Karapeba (Thiago Karapeba)   Tel: 27/92343765 25/11/2015 11:26:28
   Finalizada


Gillan (Gillan Muniz Schirmer)   Tel: 27/98188007 22/11/2015 15:10:03
   Finalizada   Em:23/08/2014
É possível passar o trecho da corda fixa em livre - 6ºsup (sugestão)
Eu e PA achamos que o crux da via é na chegada da P5 onde há um lance estranho de 6º grau em agarrência um pouco exposto que não aparece no croqui - talvez porque quebrou alguma agarra.
Após uns 7 m no trepa-mato da 6a enfiada é possível sair para a esquerda e seguir a escalada pela face da rocha tranquilamente até a P6 - 3º grau.


ZéMárcio (José Márcio Moraes Dorigueto)   Tel: 27/981199450 29/10/2015
   Finalizada
voltar pro início da página


Se for inscrito no site clique aqui para fazer Login


Registre mais informações sobre a via
*Nome: 
Email: 
Telefone:   
Data:
    *Relato:
 
voltar pro início da página


Infos de quem escalou a via
Repeti a via na parceria de Maurício PA em 23/08/14 e curtimos bastante!

Chegando de carro na propriedade de acesso, atenção com os atoleiros. O início da via é bastante à direita da pedra.

Um crux da segunda enfiada é achar a quinta proteção em meio aos gravatás. O trecho em corda fixa é "fazível" e deve dar um VI. Chegamos a conclusão também que o trecho logo antes da P5 em vez de IV grau também chega no VI. Na matinha após uns 7 metros de escalada é possível quebrar à esquerda e tocar até a P6 pela face limpa da rocha tranquilamente, um III grau. A partir daí a escalada fica tranquila e no "piloto automático" se chega ao cume. Sol do início ao fim da escalada.

No mais parabéns aos conquistadores pela via irada e cume gratificante!

Abrç
Data de referência: 23/08/2014.
Gillan (Gillan Muniz Schirmer)   Telelefone: 27/98188007 23/08/2014
voltar pro início da página



©2003-2020  José Márcio M Dorigueto   -  Melhor visualizado em 1024x768