Início    ACE    Biblioteca    Atas    Croquiteca    Links    Blogs    Fotos    Anúncios    Inscrição    Associados    Participantes
 Locais Detonados     Denuncie     Relate Acidente     Notícias     Fale Conosco     Área Restrita     Registrar Croqui 
"No final, nossa sociedade será definida não somente pelo que criamos, mas pelo que nos recusamos a destruir." John Sawhill

  Via Grão de Bico
Bico da Coruja - Águia Branca
Catalogada por ZéMárcio
Graduação:  4º VI E3 D3 
Tamanho:  500m 
Nº de enfiadas: 
Material necessário:  12 costuras (5 de 60cm)
Fitas diversas para proteção natural
2 cordas de 60m 
Data da conquista:  12/Jun/2013 
Conquistadores:  André Luiz dos Santos  (Tesourinho)  Tel.27/9878.5171
Marcos Palhares Rosas  (Tatu)  Tel.27/3349.5002
Oswaldo Cruz de Almeida Junior  (Baldin)  Tel.27/9998.4485
Da escalada:  São 500 metros que podem ser divididos em duas partes: as três primeiras enfiadas que tem a rocha mais inclinada e mais técnica a proteção esta bem tranquila protegendo os lances, no padrão E2. E à partir da quarta enfiada a rocha vai perdendo mais inclinação, fazendo a escalada ser mais fácil e a exposição é E3. Toda essa via esta pronta para ser escalada em livre e toda protegida em grampos Ps e com paradas duplas. O croqui ajudará bastante na repetição.

Para chegar lá a entrada da pedra fica antes da cidade de Águia Branca (indo no sentido de Vitória) se atentar que ao lado direito da rodovia ES-080, fica a entrada da estrada de terra batida que leva a Pedra Bico da Coruja. A referência da entrada é o Bar Strzepa (nome em alemão) que tem anexo um campinho, em frente a entrada de terra batida existe um ferro velho, é impossível não ver a pilha de carros batidos, após acessar a estrada de terra batida siga pela estrada principal por 6km pelo sentido óbvio (?) do Bico da Coruja.

A casa que tem recebido os escaladores no local é da família do Neyângelo. Apesar do acesso para a via não esta dentro de sua propriedade, é recomendável avisar que você estará por lá e ele provavelmente te ajudará indicando o caminho pra via. E para acessar a base dá pra ir com o carro até bem perto da pedra por uma estradinha que vai margeando à sua direita, e a via fica localizado no que poderia ser considerada parte detrás da pedra. O local pra deixar o carro é perto de um pequeno barraco de madeira onde você possivelmente será recepcionado pelo Figueiredo: o guardião da Coruja. Converse na boa e com tranquilidade com ele.

Todas as fotos, croquis e relatos foram feitos pelo Balde e podem ser visualizados com mais detalhes em http://www.oswaldobaldin.com.br/2013/07/conquista-do-bico-da-coruja-em-aguia.html
Fotos     Croqui     Veja quem escalou     Registre infos     Veja mais Infos


voltar pro início da página


voltar pro início da página


PA (Maurício Sartori)   Tel: 27/98900068 06/04/2016 19:57:41
   Finalizada


Karapeba (Thiago Karapeba)   Tel: 27/92343765 25/11/2015 11:26:28
   Finalizada


Gillan (Gillan Muniz Schirmer)   Tel: 27/98188007 22/11/2015 15:10:03
   Finalizada   Em:23/08/2014
É possível passar o trecho da corda fixa em livre - 6ºsup (sugestão)
Eu e PA achamos que o crux da via é na chegada da P5 onde há um lance estranho de 6º grau em agarrência um pouco exposto que não aparece no croqui - talvez porque quebrou alguma agarra.
Após uns 7 m no trepa-mato da 6a enfiada é possível sair para a esquerda e seguir a escalada pela face da rocha tranquilamente até a P6 - 3º grau.


ZéMárcio (José Márcio Moraes Dorigueto)   Tel: 27/981199450 29/10/2015
   Finalizada
voltar pro início da página


Se for inscrito no site clique aqui para fazer Login


Registre mais informações sobre a via
*Nome: 
Email: 
Telefone:   
Data:
    *Relato:
 
voltar pro início da página


Infos de quem escalou a via
Repeti a via na parceria de Maurício PA em 23/08/14 e curtimos bastante!

Chegando de carro na propriedade de acesso, atenção com os atoleiros. O início da via é bastante à direita da pedra.

Um crux da segunda enfiada é achar a quinta proteção em meio aos gravatás. O trecho em corda fixa é "fazível" e deve dar um VI. Chegamos a conclusão também que o trecho logo antes da P5 em vez de IV grau também chega no VI. Na matinha após uns 7 metros de escalada é possível quebrar à esquerda e tocar até a P6 pela face limpa da rocha tranquilamente, um III grau. A partir daí a escalada fica tranquila e no "piloto automático" se chega ao cume. Sol do início ao fim da escalada.

No mais parabéns aos conquistadores pela via irada e cume gratificante!

Abrç
Data de referência: 23/08/2014.
Gillan (Gillan Muniz Schirmer)   Telelefone: 27/98188007 23/08/2014
voltar pro início da página



©2003-2020  José Márcio M Dorigueto   -  Melhor visualizado em 1024x768