Início    ACE    Biblioteca    Atas    Croquiteca    Links    Blogs    Fotos    Anúncios    Inscrição    Associados    Participantes
 Locais Detonados     Denuncie     Relate Acidente     Notícias     Fale Conosco     Área Restrita     Registrar Croqui 
"Eu quero fazer alguma coisa absolutamente no meu limite, onde meu corpo inteiro está gritando de dor, tudo quer cair, mas eu continuo." Jerry Moffatt

  Via AlmaCabra
Itaimbé - Itaguaçu
Catalogada por Zudi
Graduação:  4º IV E2 D1 
Tamanho:  280m 
Nº de enfiadas: 
Material necessário:  8 costuras (2 longas);
2 cordas de 60 metros (1 para rapel); 
Data da conquista:  19/Jul/2014 
Conquistadores:  johny henrique pagel  (johny)  Tel.27/9975.8629
José Augusto Brunoro Costa  (Brunoro)  Tel.27/9801.1945
Oswaldo Cruz de Almeida Junior  (Baldin)  Tel.27/9998.4485
Zudivan Peterli  (Zudi)  Tel.27/9243.0159
Antônio Augusto Padoani (Toin)
Da escalada:  A PEDRA E O ACESSO

A Pedra de Itaimbé fica localizada no distrito de mesmo nome (Itaimbé), cidade de Itaguaçu, Espírito Santo.

Vindo do centro da cidade e pegando a rodovia que liga Itaguaçu a Baixo Guandu (iniciando no posto de combustível Beira Rio) devem ser percorridos 20 km (20 minutos) e em seguida pegar uma entrada de terra a esquerda que da acesso a fazenda que a pedra pertence. Em seguida deve seguir pela porteira da direita, passando por mais uma porteira (2ª) deve pegar uma estrada subindo logo a frente na esquerda e em direção a pedra e a uma grande torre de energia elétrica - não tem como errar, pois o caminho reto vai para a casa do proprietário - sobrando apenas a alternativa da esquerda.

Chegando na grande torre o carro fica logo depois e em frente a uma porteira (não fechar a estrada com o carro). Deve atravessar a porteira (lembrar de fechar depois) e seguir pela direita da cerca em sentido a pedra, descer uma estrada pequena em sentido da pedra, atravessar um córrego seco com mato e em seguida estará no rampão que acessa a base da via onde tem um pequeno totem. A linha é bem no meio da pedra, não tem como errar e a caminhada do carro ate a base demora em torno de 5 minutos.

Para quem quiser pode baixar o tracklog do caminho no final da página.

A ESCALADA

A linha percorre o meio da face de acesso e é constituída por 5 enfiadas bem protegidas e de grande facilidade por causa das enormes agarras e cristais ao longo da via, além da textura da rocha que facilita a aderência da sapatilha, enfim, escalar nessa via é quase se sentir o homem aranha!

A via tem graduação média de 4º com o crux na quarta enfiada de igual graduação - entretanto, são lances de cristais menores e mais técnico.

Na quinta enfiada a pedra perde inclinação e a graduação fica variando entre 2º e 3ºsup até o cume.

O livro de cume esta em baixo de umas lacas encostadas na palmeira da direita (no mato). Vale a pena recobrir a marmita do livro de cume, pois existem indícios de que pessoas já acessaram aquele cume pelo outro lado.

Outra coisa que vale a pena é ler ou fotografar para ver mais tarde o relato da conquista, pois a história é boa e um tanto psicodélica.

O nome da via é ambiguo igual a pronuncia, pois reza a lenda que quando dois dos cinco conquistadores chegaram no cume (Oswaldo Baldin e Zudivan) já no cair da tarde, foi avistado uma cabra branca, quase reluzente entre os dois primeiros e os três conquistadores abaixo, entretanto, da mesma forma inusitada que ela aparece, ela desapareceu aos galopes. Mas nenhum dos três conquistadores abaixo conseguiram ver o animal - surgindo, assim, as ideias de Alma de Cabra, alma macabra, a uma cabra....AlmaCabra!

O problema maior foi que o dono da propriedade, antes da conquista, falou que a última cabra havia sido morta pelo irmão, mas a mesma ficou presa num plato no alto da pedra, morrendo no local sem resgate.

Tem a história da estrela cadente que foi avistada durante a descida, mas isso ai fica para quem ler o livro de cume....


O RAPEL

Todas as paradas foram duplicadas com grampos galvanizados.

Também é possível passar para o cume da via PorPorko e fazer o rapel por lá com outra cordada que tenha escalado no mesmo horário - ou vice versa.

AGRADECIMENTOS:

ACE pela organização do evento e desenvolvimento da escalada no Espírito Santo.
Veja quem escalou     Registre infos    


Naoki (Naoki Arima) 05/11/2019 16:18:27
   Finalizada


Zudi (Zudivan Peterli)   Tel: 27/92430159 17/03/2016 19:26:55
   Finalizada


Sandro (Sandro Rodrigo Aniceto de Souza)   Tel: 27/92270048 27/10/2015
   Finalizada


Gillan (Gillan Muniz Schirmer)   Tel: 27/98188007 26/10/2015
   Finalizada
voltar pro início da página


Se for inscrito no site clique aqui para fazer Login


Registre mais informações sobre a via
*Nome: 
Email: 
Telefone:   
Data:
    *Relato:
 
voltar pro início da página



©2003-2020  José Márcio M Dorigueto   -  Melhor visualizado em 1024x768