Início    ACE    Biblioteca    Atas    Croquiteca    Links    Blogs    Fotos    Anúncios    Inscrição    Associados    Participantes
 Locais Detonados     Denuncie     Relate Acidente     Notícias     Fale Conosco     Área Restrita     Registrar Croqui 
"Porque a boca fala aquilo do que o coração tá cheio." Verônica Ferriani

  Via dos Binda
Lajinha - Itaguaçu
Catalogada por ZéMárcio
Graduação:  4º V D2 E2 
Tamanho:  415m 
Nº de enfiadas: 
Material necessário:  2 cordas de 60m
6 costuras
2 fitas
 
Data da conquista:  29/Ago/2015 
Conquistadores:  José Márcio Moraes Dorigueto  (ZéMárcio)  Tel.27/9811.9945
Thiago Karapeba  (Karapeba)  Tel.27/9234.3765
Da escalada:  A via fica na propriedade da Família Binda, daí o seu nome.
Saindo de Itaguaçu siga a avenida principal em direção a São Roque (siga na avenida central da cidade até o início da ladeira, vire a esquerda e imediatamente a direita). Ande 1,5Km pela estrada de chão e vire em direção a Lajinha. Ande mais 5,5Km e chegará a um ponto onde a estrada se divide em 3 direções. Pegue a da direita. Uns 200m adiante já avistará as pedras. Siga por mais 2 Km até a propriedade do Sr José Binda, já no fundo do vale. A casa da fazenda é muito antiga e bem preservada.
Peça autorização para escalar e, se possível, passar com o carro ao lado da casa principal para seguir por mais uns 500m até uma casa branca desabitada.
Dali pegue à direita por uma trilha bem marcada. Num determinado momento vai passar entre dois esteios e logo depois por um riacho que pode estar seco. Siga mais adiante até um pequeno descampado e já estará de frente pra via. Neste local sinalizamos com um totem e uma pequena sacola amarrada numa árvore. Suba em direção à rocha. É uma subida mas o local é bom de caminhar, com umas trilhas feitas pelos animais.
Ao chegar na rocha sinalizamos o início da via também com uma sacola amarrada numa árvore.
Suba um pouco mais de 30m pela rocha e já estará na primeira chapeleta. Nós nos equipamos neste ponto. A seg é feita nas árvores ao lado. Utilize-as também para o rapel.
Além deste acesso inicial, a via tem 7 enfiadas e uma caminhada de mais 50m até o cume.
Utilize cordas de 60m, 6 costuras e umas duas fitas para alongá-las. É uma via totalmente limpa, sem necessidade de utilizar a pouca vegetação presente em alguns trechos da rocha.
As primeiras enfiadas são bem fáceis, principalmente a segunda e a terceira. Na quinta e sexta enfiadas a rocha fica um pouco mais vertical, exigindo uma escalada mais técnica, mas sempre com agarras.
Do cume, que é bem alto, se avista toda a região. A Pedra do Barro Preto ficará bem abaixo, os 5 Pontões ficará no mesmo nível e a Paulista ao seu lado.
Fizemos a descida por rapel, mas parece ser possível descer caminhando.
Uma das coisas que nos impressionou é a ausência de ruídos humanos no vale.
Fotos     Croqui     Tracklog     Veja quem escalou     Registre infos    


voltar pro início da página


voltar pro início da página


Naoki (Naoki Arima) 05/11/2019 16:18:27
   Finalizada


Gillan (Gillan Muniz Schirmer)   Tel: 27/98188007 31/03/2016 20:41:45
   Finalizada   Em:25/03/16


Eric (Eric Penedo)   Tel: 27/99464288 28/10/2015
   Finalizada


Sandro (Sandro Rodrigo Aniceto de Souza)   Tel: 27/92270048 27/10/2015
   Finalizada
voltar pro início da página


Se for inscrito no site clique aqui para fazer Login


Registre mais informações sobre a via
*Nome: 
Email: 
Telefone:   
Data:
    *Relato:
 
voltar pro início da página



©2003-2020  José Márcio M Dorigueto   -  Melhor visualizado em 1024x768