Início    ACE    Biblioteca    Atas    Croquiteca    Links    Blogs    Fotos    Anúncios    Inscrição    Associados    Participantes
 Locais Detonados     Denuncie     Relate Acidente     Notícias     Fale Conosco     Área Restrita     Registrar Croqui 
"Nos dias de hoje o alto escalão dos atletas de esporte de aventura está num embate com as propriedades fundamentais do universo: a gravidade, a velocidade e a sanidade. Eles estão jogando com elas, enganando a morte, recusando-se a aceitar que possa haver limites para as suas realizações. " Micah Abrams, ex-editor da ESPN

  Via Águas Passadas
Cinco Pontões - Laranja da Terra
Catalogada por Zudi
Graduação:  3sup IV E3 D1 
Tamanho:  290m 
Nº de enfiadas: 
Material necessário:  2 cordas de 60 metros;
5 costuras;
2 equalizações. 
Data da conquista:  05/Mar/2016 
Conquistadores:  Caio Salomão Amador  (aFeto)  Tel.27/8839.4135
johny henrique pagel  (johny)  Tel.27/9975.8629
José Augusto Brunoro Costa  (Brunoro)  Tel.27/9801.1945
Zudivan Peterli  (Zudi)  Tel.27/9243.0159
Da escalada:  ACESSO

O acesso de carro deve ocorrer a partir do distrito dos Cinco Pontões (também conhecido como Patrimônio dos Cinco Pontões pelos moradores), seguir para um sítio sem moradores que fica em frente do complexo (lado da Foca, Filhote de Foca e Língua de Boi). Depois de deixar o carro, deve-se seguir pelo pasto até a abertura existente entre a Foca e Filhote de Foca. Ao chegar ao final do pasto e início da mata que leva ao colo dos pontões, pode seguir um dos dois caminhos:

1º Entrar ao lado esquerdo da Foca e ir contornando a mesma entre o mato e a laje de pedra até ganhar as suas costas, posterior isso é só seguir as costas dos 3 pontões e do topão rachado (tem um trecho de costão perto do Filhote de Foca que vale a pena montar uma corda fixa);

2º Pegar a mata e ir em direção a abertura entre a Foca e Filhote de Foca, pegando um costão de aproximadamente 180 metros até alcançar a parte alta da abertura. O primeiro trecho de 60 metros e o último são tranquilos, mas vale a pena fixar uma corda no trecho do meio (tem uma arvore que permite isso). Esse trecho do meio tem grande quantidade de bromélias, tornando-o molhado quando ocorrem chuvas nos dias anteriores.

Ao alcançar a abertura entre a Foca e Filhote de Foca é só seguir pela direita até encontrar as costas do topão rachado e, continuar seguido pelo seu contorno até encontrar a calha da conquista original e, em seguida, a calha d'Água (a base da via fica ao lado esquerdo da calha d'água).

A primeira enfiada inicia do lado esquerdo da calha, mas logo acima da base a calha deve ser transpassada e seguir a escalada pela direita da calha.

A P5 foi usada dois grampos batidos anteriormente por Zudivan e Antônio Padoani durante um rapel de fuga dos Cinco Pontões. Da P5 até o cume é uma escalaminhada, saindo da P5 deve seguir para perto da vegetação que fica logo a frente e procurar um local para passar a vegetação e chegar no costão de pedra que fica a direita e levará até o cume. Antes do final do costão foi batido uma parada para auxiliar a descida em caso de chuva.

O livro esta no cume maior e do outro lado da matinha que tem no cume. Essa matinha foi utilizada durante a conquista da via para pernoitar.

Para acessar o cume menor (vale a pena), tem uma parada na borda do cume maior (para quem olha de frente para o cume menor a parada fica do lado esquerdo). O rapel é de aproximadamente 15 metros e demandará uma ascensão em corda fixa para o retorno, mas nada muito difícil. Ao sair do rapel o acesso para o cume menor é feito por uma escalaminhada curta (uns 10 metros).
Registre infos    


Se for inscrito no site clique aqui para fazer Login


Registre mais informações sobre a via
*Nome: 
Email: 
Telefone:   
Data:
    *Relato:
 
voltar pro início da página



©2003-2020  José Márcio M Dorigueto   -  Melhor visualizado em 1024x768