Início    ACE    Biblioteca    Atas    Croquiteca    Links    Blogs    Fotos    Anúncios    Inscrição    Associados    Participantes
 Locais Detonados     Denuncie     Relate Acidente     Notícias     Fale Conosco     Área Restrita     Registrar Croqui 
"A mulher quando não ama... quanto sono elas têm." Manuel Bandeira

  Via Lídio Alvarenga
Lage das Pedras - Guarapari
Catalogada por ZéMárcio
Graduação:  4° V D1 E4 
Tamanho:  170m 
Nº de enfiadas: 
Material necessário:  4 Mosquetões de rosca
2 Fitas de ancoragem
6 Anéis de 60cm
9 Costuras 
Data da conquista:  19/Nov/2002 
Conquistadores:  Marcio Castilho  (Castilho)  Tel.27/9954.2307
Flávio Leone
Luiz Paulo Pimentel
Da escalada:  Via equipada para corda de 60m
Alguns esticões
Alguns grampos mal batidos
Croqui     Tracklog     Veja quem escalou     Registre infos     Veja mais Infos


voltar pro início da página


Naoki (Naoki Arima) 05/11/2019 16:18:27
   Finalizada


Sarinha (Sarah de Jesus Cantarino)   Tel: 27/99446490 05/01/2018 08:50:12
   Finalizada   Proteção:Sacando costuras   Em:05/11/2017


PA (Maurício Sartori)   Tel: 27/98900068 19/04/2016 19:24:33
   Finalizada


Delim (Délio Alves Quadros)   Tel: 27/98490957 20/11/2015 10:34:53
   Finalizada   Proteção:Sacando costuras   Em:2003
voltar pro início da página


Se for inscrito no site clique aqui para fazer Login


Registre mais informações sobre a via
*Nome: 
Email: 
Telefone:   
Data:
    *Relato:
 
voltar pro início da página


Infos de quem escalou a via
Via Linda.
Rocha com aderência boa e a via é muito bem protegida. A enfiada da Aresta é técnica, praticamente não tem agarras, aderência pura.
Uma observação que deve ser feita, é que o proprietário não deixa mais entrar na terceira porteira, o carro deve ser deixado após a primeira próximo à casa do caseiro (sr. Marcelo), dali deve-se seguir por uma trilha que fica à direita de um lago subindo o pasto até o topo do morro, a trilha é um caminho de boi que vai fechando até virar uma só, no final desse caminho descer a esquerda atravessando a mata até chegar a trilha principal, desce cerca de 50m por ela e vara mato até a base. A base não tem nenhuma identificação mas fica a direita da trilha e tem um veio de cristal no início da mesma, da base da pra ver os grampos e a P1.
Data de referência: 15/06/2019.
Joyce (Joyce Hellen Fernandes Baiense)   Telelefone: 28/99985308 16/06/2019 16:18:23
No dia 5 de novembro de 2017 repetimos a via em duas cordadas. A via está muito protegida. Como o livro de cume sumiu,fica registrada aqui nossa mensagem para os conquistadores: Valeu pessoal! Gostei muito dessa via com vista incrível no cume, voltarei com certeza!(Henri) parabéns pela via, visual incrível. O crux foi o vento.(sarah)
Começar pela vista que realmente espetacular super Vale a pena. A via ficou muito protegida com a regrampeação. A última enfiada achei a mais bonita. Pegamos rajadas de vento muito forte, mas conseguimos chegar ao cume!!!(Riva)
Muito legal a nova grampeação. A via já era bonita. Agora ficou mais segura. Parabéns, Leoni. E que visual daqui de cima!(Zé Márcio)
Sarinha (Sarah de Jesus Cantarino)   Telelefone: 27/99446490 05/01/2018 08:48:54
No dia 5 de novembro de 2017 repetimos a via em duas cordadas. A via está muito protegida. Como o livro de cume sumiu,fica registrada aqui nossa mensagem para os conquistadores: Valeu pessoal! Gostei muito dessa via com vista incrível no cume, voltarei com certeza!(Henri) parabéns pela via, visual incrível. O crux foi o vento.(sarah)
Começar pela vista que realmente espetacular super Vale a pena. A via ficou muito protegida com a regrampeação. A última enfiada achei a mais bonita. Pegamos rajadas de vento muito forte, mas conseguimos chegar ao cume!!!(Riva)
Muito legal a nova grampeação. A via já era bonita. Agora ficou mais segura. Parabéns, Leoni. E que visual daqui de cima!(Zé Márcio)
Sarah de jesus cantarino   Telelefone: 29/99446490 05/01/2018 08:47:29
bom dia
Sou um dos conquistadores da via Lídio Alvarenga moro no RJ e fizemos uma viagem no dia 06 de junho de 2017 para ES apenas para regrampear essa via, junto com o amigo Almir repetimos a via Lídio Alvarenga e aproveitamos pra fazer os ajustes, correções e intermediações necessárias para que esse lindo lugar e montanha seja frequentada. Esse já era um desejo antigo DE MTSSS ANOS que infelizmente fomos adiando por motivos vários....
Foram 15 proteções fixas colocadas entre grampos e chapas inox.
Todos os cruxes da via foram reposicionados as proteções fixas e\ou intermediados e todos os lances expostos foram muito bem intermediados deixando a escalada exposição E2, todas as paradas estão duplicadas com grampos ou grampo e chapa.
O croqui atualizado envio pra vcs.
Aguardo informações de novas repetições e se acharem necessário ajustamos.
abcs Flavio Leone

Data de referência: 07 junho 2017.
flavio leone   Telelefone: 21/991135712 07/06/2017 09:38:14
Uma tradicional agradável, pertinho de Vitória, com um visual fantástico mas que acaba sendo "desperdiçada" por alguns problemas na sua grampeação que a deixam insegura em alguns pontos. Acho que valeria à pena uma intervenção nas suas proteções.
Data de referência: 2003.
Delim (Délio Alves Quadros)   Telelefone: 27/98490957 20/11/2015 10:33:10
Estivemos na via no dia 31/08/2004. Fomos com o objetivo de fazer medições para preparar o croqui da via, visando colocá-lo no site para uso de todos que pretendam fazer a via.
Não posso deixar de comentar que esta via apresenta um grande risco aos guias. Por isto, sugiro a quem queira guiar, que avalie muito bem os prós e contras de entrar nesta via. possui dois pontos de grande exposição. Em graduação de quarto grau, a 90 m de altura se inicia um trecho em exposição de aproximadamente 19 m o que significa uma queda de quase 40 m se algo sair errado.
No final da via o lance exposto é maior. São em torno de 25, 26 m de escalada exposta sem grampeação. Em caso de erro, uma queda de quase 50 m com agravante de algumas saliencias abaixo, podendo tornar fatal uma queda desta.
A rocha em alguns trechos esfarela na sapatilha, obrigando a testar bem o local onde se pisa.
Fica aqui este relato, reforçando aos conquistadores a necessidade de reavaliação da grampeação desta via. Acho que a intercalação de alguns grampos nos trechos expostos, é fortemente recomendado.
Em nome da Família Bernardo, não poderia deixar de colocar esta observação com vistas a evitar acidentes indesejados.
Abraços (JR, D. Mara, Samurai e Sergei)
Data de referência: 31/08/2004.
JR (José Roberto Alves Bernardo) 31/08/2004
Acrescentando as observações da Família Bernardo...
Algumas paradas duplas estão com os grampos "P" um tanto para fora e distantes um do outro. Então leve fitas grandes para equalizar, e opte em dar boca de lobo no tarugo do grampo, próximo a rocha, para evitar a força de alavanca, que pode comprometer sua resistência.
Data de referência: 22/03/2003.
Baldin (Oswaldo Cruz de Almeida Junior)   Telelefone: 27/99984485 22/03/2003
voltar pro início da página



©2003-2020  José Márcio M Dorigueto   -  Melhor visualizado em 1024x768