Início    ACE    Biblioteca    Atas    Croquiteca    Links    Blogs    Fotos    Anúncios    Inscrição    Associados    Participantes
 Locais Detonados     Denuncie     Relate Acidente     Notícias     Fale Conosco     Área Restrita     Registrar Croqui 
"...E quando o último homem deixar de olhar as estrelas e sonhar, lá em algum lugar, alguém ou alguma coisa vai despertar para a vida, olhar as estrelas e sonhar." Fernando Pessoa

Notícias

Buscar:
26-09-2010
Nova via tradicional na Grande Vitória: Quebra-Côco
Dia 22/Ago Zé Márcio, Sandro e Luca deram início a mais uma via tradicional na Grande Vitória, no Calogi. Dia 26/Set, na segunda investida e com o Dudu também dando uma força, chegaram ao cume e deram mais uma protegida na "Quebra-Côco", uma via de "4º V D2 E2, 160m" (quem for lá confere a graduação). Quebra-côco é um tipo de armadilha e foi encontrada uma na mata, durante o acesso. O Calogi é é uma montanha que fica à esquerda da Br101 (indo pro norte), na altura do Posto de Combustível abandonado que fica uns 3Km após o Posto da Polícia Rodoviária Federal da Serra. A via tem 4 paradas, sendo as 3 primeiras em árvore. Depois rola uma caminhada bem íngreme até uma pequena parede repleta de fendas que pode ser contornada para dar acesso ao cume. Este é tomado de vegetação mas o visual é fantástico e acredita-se que eles foram os primeiros a pisar lá.


25-09-2010
Waterline Pier de Vitória
Realização: http://www.actionbrasil.tv/


16-09-2010
Nova via no Setor do Estacionamento, em Viana
Zé Márcio e karapeba abriram mais uma via no Setor do Estacionamento, em Viana. Fica entre a Apnéia e a PorKids. Tem quase 20m, bem vertical mas cheia de agarras. Eles acreditam que a graduação é 6sup, mas quem for lá confere. O nome da via é "Elo Perdido".


14-09-2010
Retornando e Perceverando na Pedra do Vilante
Mais uma investida de conquista nesta montanha localizada na Serra, ES.


09-09-2010
Montanhismo no Programa Esculacho da Rádio Cidade
A escalada e o montanhismo tiveram uma ótima oportunidade de se apresentar hoje aos ouvintes da Rádio Cidade. Foi através do Programa Esculacho, feito ao vivo, às 13h, na forma de entrevistas divertidas e que, desta vez, contou com a presença de Zé Márcio falando de montanhismno e escalada e o dono do Chalé Rio da Montanha explicando como funciona o Rafting na região.


08-09-2010
Escalada na Agulha do Diabo
Na madrugada do dia 04 de setembro de 2010 eu, Xandinha, Ivanor e Aline saímos rumo ao estado Rio de Janeiro, para escalar a Agulha do Diabo, uma das escaladas mais desejadas do mundo, no Parque da Serra dos Órgãos. Chegamos no parque por volta das 13h e após resolvidas as burocracias iniciamos nossa caminhada na trilha do Sino, em direção ao abrigo 4. Depois de muita ralação, subindo um desnível de aproximadamente 2 km com mais de 10 km de distância, chegamos ao abrigo por volta da 20h. Nos alimentamos e fomos descansar para o ataque ao nosso objetivo principal. Acordamos as 3:30h, tomamos um humilde café com leite e as 4h saímos em direção a montanha. Descemos a trilha até a Cota 2000 e entramos em outra trilha em direção ao Descampado Paquequer. Para nosso azar, mesmo com o GPS do Ivanor nos orientando, na descida nos perdemos e fomos parar no meio de um mato sinistro que nos atrasou por 1h. Ao reencontramos a trilha, chegamos em cima do Paquequer e passamos por um grupo com 6 escaladores que se preparavam para sair, pedimos informações sobre a trilha e continuamos. Rapidamente chegamos ao vale da geladeira, ai conseguimos avistar pela primeira vez a Agulha, e começamos a descer. Quando chegamos ao fundo do vale encontramos uma poça de água e começamos a sugá-la, quando ouvimos as vozes do grupo se aproximando, voltamos a subir desesperadamente e finalmente chegamos na base da via. Para nossa surpresa não havia ninguém na nossa frente e quando o grupo nos alcançou já estávamos nos equipando. Um deles nos disse que nunca tinha visto a via tão seca e em tão boas condições para escalar. Como o início da via era cheia de voltas, paramos quatro vezes, com pouco avanço. Ivanor começou guiando uns 8 metros, depois eu, numa lateral para a esquerda, mais uns 10m. Ele seguiu num lance de mais uns 10m e eu mais uns 20m de escalaminhada até a entrada da chaminé onde realmente começava a via. Ivanor seguiu em direção ao fundo da chaminé e começou a escalar. Após subir os primeiros metros pelo lado de fora, entrou novamente na chaminé atravessando-a em sentido contrário. No outro extremo encontrou grampos para continuar a subida. Passou a parada, sem ver, e parou no lance do cavalinho, que é no outro extremo. Cheguei até ele admirado com a incrível vista, e continuei o que acredito terem sido os trechos mais adrenantes da escalada. Passei o cavalinho e entrei novamente na chaminé, é um zique-zaque danado, fui caminhando até o meio da parede e encontrei a linha com os dois primeiros grampos de um lado e mais dois do outro lado, esses bem mais distantes. No lance da unha, passei pela aresta do lado de fora da chaminé e cheguei no cabo de aço que dá acesso ao cume, daí rapidamente fiz o lance e preparei a segurança para o Ivanor, que me alcançou as 10h. Apreciamos um pouco a vista e observamos o avançar das nuvens cobrindo todo o vale e as montanhas. Assinamos o livro e rapelamos já com o tempo todo encoberto. De volta no Paquequer encontramos os escaladores Pedro e o Paulo, uma dupla que tentaria escalar a Agulha no dia seguinte, demos algumas dicas e seguimos em direção ao abrigo 4 com a missão cumprida. Chegando ao abrigo o restante do dia foi só descanso e planos para o restante do feriado. Planejamos descer no outro dia, para procurar um lugar na cidade para dormir na intenção de escalar a via Teixeira no Dedo de Deus. Mas as notícias eram de chuva forte na cidade o que nos obrigou passar o dia 06 todo no abrigo. De noite, a dupla Pedro e Paulo chegaram no abrigo. Eles nos falaram que não haviam conseguido escalar a Agulha, pois já estava molhada. No meio da conversa combinamos de tentar escalar o Nariz do Frade e a Verruga, aproveitando para fazer a travessia da neblina, para partimos em grande estilo. No dia seguinte (07 de setembro) acordamos as 5h e após o café, esse bem tranquilo, iniciamos nossa jornada. A descida foi inacreditável, dava pra ver tudo e quando pegamos a trilha da neblina, a paisagem ficou ainda mais impressionante. Dava pra ver o Dedo, a Agulha, o Sino, as montanhas dos Santos, Teresópolis e finalmente o Nariz e a Verruga do Frade. Fizemos a aproximação e escalamos uma chaminé super apertada, só joelhos, e exposta na sua primeira enfiada. O outro lance foi rápido e logo alcançamos o cume. Rapelamos e continuamos a trilha, fizemos mais um rapel no Paredão Roi-roi, guardamos os equipos e continuamos a magnifica trilha, chegando a Barragem, onde começa a trilha do Sino, aproximadamente as 14h. Nos arrumamos despedimos dos colegas de aventura que seguiram pro Rio e pegamos a estrada, chegando em Vila Velha mais ou menos as 10h. Agradecimentos especiais vão para Xandinha e Aline que nos acompanharam nessa aventura, com muita disposição. Para os amigos Zé Márcio e Porko que nos deram inúmeras dicas que ajudaram bastante na definição de nossa logística. Ao Redir, que nos deu informações sobre a hospedagem no Abrigo, aos amigos Dunada e Dagoberto, que participaram da investida inicial que acabou nos instigando a repetí-la e aos escaladores cariocas Pedro e Paulo que nos acompanharam e nos ajudaram na trilha da Neblina e na escalada do Nariz do Frade. (Fabrício Amaral)


31-08-2010
4° Encontro Capixaba de Escalada www.naokiarima.com
Aconteceu no último final de semana, a 4a edição do Encontro Capixaba de Escalada na falésia do Apenino em Castelo, ES. O evento foi um sucesso total com a presença de escaladores (as) de todo o estado do ES mais a delegação carioca, totalizando aproximadamente 70 participantes. www.naokiarima.com


07-08-2010
Acidente na via "Principal", em Cachoeiro
Sábado, dia 7, logo após o meia-dia, três escaladores, Amaral e Zé Márcio, de Cachoeiro, e Maurício, de Porto Alegre, passaram por uma situação difícil na via "Principal", no Complexo do Itabira. Maurício caiu ao quebrar uma agarra numa enfiada que guiava. Estava a mais de 200m da base e já quase na metade da via. Teve fratura exposta na perna direita, na altura do tornozelo, e luxação no pé esquerdo, não conseguindo mais se apoiar na rocha. Após os procedimentos de emergência, inclusive com contenção do sagramento, os outros dois conseguiram levá-lo até a base, chegando lá às 15h. A descida pela mata foi a parte mais difícil do socorro e consumiu mais umas 4h. Às 9h da noite o escalador foi submetido a uma cirurgia de emergência em Cachoeiro. Uma nova cirurgia deverá ser agendada para os próximos dias. Alguns meses de recuperação e esperamos tê-lo de volta às escaladas.


06-08-2010
Vídeo -> Highline no Morro do Moreno
Registro feito pelo Fábio Ivan, da repetição deste highline.


03-08-2010
Repetição do Highline do Morro do Moreno - ES
Travessia realizada por Matero e Baldin, no setor da Boca da Macaca.


01-08-2010
Conquista da via "Fiote de Largato"
A via fica no Pontãozinho de Castelo, tem 50m de extensão, é toda com proteção natural e dá acesso ao cume do totem que fica na pedra maior. http://www.ace-es.org.br/scripts/croqui.asp?via=201


31-07-2010
Conquistando a via "Amigo da Onça"


31-07-2010
FA - Boulder Hereditário V8/9 - aFeto


26-07-2010
HighLine Cachoeira de Matilde - ES


18-07-2010
Barca Furada de Caiaque
Dia chuvoso sem escalada = barca furada de caiaque!!!


17-07-2010
Em Movimento na remoção de pichação no Moreno
Vídeo do programa "Em Movimento", da Rede Gazeta, sobre a remoção de pichação no Morro do Moreno. O trabalho foi uma ação conjunta da ACE, IEMA e Polícia Ambiental, e faz parte do programa da CBME "Adote uma Montanha".


14-07-2010
ACE no Conselho do Frade e a Freira
Tomou posse hoje o Conselho Consultivo do Monumento Natural Frade e a Freira. Após três dias de capacitação, onde a ACE, representada no 3º dia por Zé Márcio, Caio aFeto e Roney DuNada, os 15 conselheiros foram enfim empossados. A cadeira da ACE tem José Márcio como titular e Jakson Porko como suplente. A solenidade foi em Rio Novo do Sul e, além dos Órgãos e Entidades envolvidas, contou também com representantes dos quatro municípios do entorno da Unidade.


07-07-2010
Vídeo da remoção das pichações no Morro do Moreno
Ação do Adote uma Montanha realizada em julho 2010, ES.


04-07-2010
Ação do Adote uma Montanha no Morro do Moreno
Remoção de pichações que aconteceu no dia 1º de julho no Morro do Moreno, Vila Velha, ES.


01-07-2010
Fotos da remoção de pichação no Moreno
Fotos do fotógrafo Fábio Ivan do trabalho realizado em 01 de julho de 2010 envolvendo a ACE, IEMA, Cia Ambiental da PMES e Programa Em Movimento, da Rede Gazeta. O trabalho faz parte do Programa Adote uma Montanha e teve apoio da TINBOL.


+ Notícias 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 Notícias +
©2003-2019  José Márcio M Dorigueto   -  Melhor visualizado em 1024x768